Faça uma busca no site:

freelas 2.png

Participe do nosso grupo no Telegram

  • Redação GestordeMarketing

10 Passos para o Marketing em Redes Sociais

Por Olimpio Araujo Junior - GestordeMarketing.com


Sempre que acompanhamos um perfil ou um canal de uma empresa, de uma marca ou até de uma celebridade em uma rede social, não imaginamos todo o planejamento de marketing e todo o trabalho que está por trás de uma simples postagem ou de um simples conteúdo. É lógico que existem muitas empresas e profissionais simplesmente postando aleatoriamente qualquer conteúdo que considera interessante em suas redes sociais, mas para realmente ter resultados efetivos é preciso muito mais do que contar com a sorte.


Eu costumo dizer que sempre que fazemos uma ação de marketing errada perdemos tudo aquilo que investimos nessa ação e também tudo o que deixamos de ganhar quando ela não gera os resultados esperados, por isso planejar bem e desenvolver ações corretas é essencial para alcançar seus objetivos e metas, sejam eles quais forem.


Em minha metodologia de planejamento estratégico para desenvolvimento de projetos, campanhas e ações de marketing digital, apresentada em meu livro “The Digital Marketing Book” eu explico passo a passo toda a estrutura de um planejamento de marketing digital. Baseado nessa metodologia eu selecionei dez passos essenciais para o planejamento de suas ações e estratégias em redes sociais.

PRIMEIRO PASSO – DEFINIÇÃO DE PÚBLICO / PERSONAS


Grande parte do sucesso de um projeto, de uma ação ou de uma campanha nas redes sociais está relacionado ao direcionamento correto de sua comunicação e sua publicidade para o público correto. Atrair pessoas com o perfil errado apenas para ter quantidade de seguidores não gera resultados de conversão.

Uma forma de direcionar melhor seu conteúdo e suas ações é criar uma ou mais buyer-personas que representem parte ou todo o seu público. Dessa forma é possível entender melhor seu perfil, seus desejos, dores, necessidades, e a forma correta de se comunicar com cada um.


SEGUNDO PASSO – DEFINIÇÃO DE CANAIS


Após descobrir exatamente o perfil do seu público, é preciso identificar as redes sociais mais utilizadas por eles. Você pode ter canais, perfis ou páginas em quantas redes sociais desejar, mas é importante manter o foco naquela que dá maior resultado, ou onde seu maior público está concentrado. Tentar trabalhar simultaneamente em muitas redes sociais pode demandar muito tempo e tirar o foco do seu negócio ou atividade principal.


É importante lembrar que as redes sociais geralmente tem formatos diferentes de conteúdo, então é preciso muitas vezes adapta-lo para cada uma delas. Além do trabalho extra para adaptação do seu conteúdo para cada formato, você ainda precisará de tempo disponível para atender e se relacionar com seus seguidores em todas elas.


É importante lembrar que o marketing em redes sociais pode ser feito de forma ativa, quando você divulga diretamente seus produtos e serviços (outbound marketing); de forma passiva, quando você de forma sutil, através do seu conteúdo gera desejo ou necessidade e apresenta ao mesmo tempo soluções baseadas em seus próprios produtos ou serviços (inbound marketing); de forma orgânica, quando você publica seu conteúdo sem patrocina-lo; ou de forma patrocinada, quando você paga por anúncios ou impulsionamento de postagens nas redes sociais.


TERCEIRO PASSO – OBJETIVOS E METAS


Toda ação em uma rede social precisa ter um objetivo claro, ou será perda de tempo. Os objetivos podem ser os mais variados, como gerar engajamento, conseguir novos seguidores qualificados, gerar tráfego para um site ou blog, captar leads, converter vendas, entre outros. O importante é que ele deve ser claro e objetivo para você e para as pessoas de sua equipe. Pode parecer óbvio dizer, mas o objetivo precisa também ser relevante, viável de ser alcançado e mensurável.


QUARTO PASSO – BENCHMARKING E ESTUDO DE MERCADO


Para ter ideias criativas, se antecipar a seus concorrentes ou até mesmo aproveitar as ondas do mercado é importante manter um estudo constante do seu mercado, dos seus concorrentes e das suas melhores práticas (benchmarking). Inspire-se em ações de sucesso mesmo que sejam de empresas ou profissionais de outras áreas e procure formas de fazer ações melhores.


Descubra quem são os concorrentes diretos, qual é seu posicionamento, suas estratégias, canais e ferramentas utilizadas por eles, qual a percepção do público sobre seu conteúdo, suas ações, sua marca, produtos ou serviços. Quanto mais informações você tiver, mais confiável será seu planejamento.


QUINTO PASSO - DEFINIÇÃO LINHA EDITORIAL / CONTEÚDO


Estabelecer um foco para seu tema principal e manter uma linha editorial clara vai ajudar a atrair seguidores de melhor qualidade, mais engajados e com maiores chances de conversão de vendas.

Todo conteúdo produzido e postado precisa ser relevante para seus seguidores, gerar interesse, solucionar suas dores, e ao mesmo tempo estar conectado com sua área de atuação, com seus produtos ou serviços.


Se você trabalha com produtos ou serviços que tem públicos diferentes, não misture os conteúdos. Se necessário crie mais de um canal ou perfil com temática e linha editorial diferente para atende-los. Se você tentar falar para todos e sobre tudo ao mesmo tempo vai acabar não falando com ninguém.


SEXTO PASSO – SEGMENTAÇÃO GEOGRÁFICA

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, ações em redes sociais podem e devem ser segmentadas por região ou por localização, principalmente quando são criadas para negócios locais como uma loja física, um hotel, um restaurante ou qualquer outro tipo de empresa ou profissional que ofereça seus produtos e serviços presencialmente.

Desde a descrição do seu perfil até o tipo de conteúdo que você publica são formas de auto-segmentar o público que irá seguir seu canal e por consequência que irá consumir seu conteúdo. No caso de campanhas patrocinadas, o direcionamento fica mais fácil, pois é possível segmentar o público que receberá os anúncios também por sua localização.


Usando a segmentação geográfica é possível também fazer campanhas patrocinadas diferentes, direcionadas culturalmente para cada região que será atingida. Quando direcionamos nosso conteúdo para o público certo no lugar certo geralmente conseguimos melhores resultados.


SÉTIMO PASSO - CRONOGRAMA


No marketing em redes sociais a gestão de prazos é um dos principais desafios e depende diretamente de um bom planejamento de cronograma de ações. Seus canais devem seguir um cronograma de postagens com freqüência e quantidade bem definidas.

Uma simples postagem pode ser feita por uma mesma pessoa ou em alguns casos depender de profissionais de diferentes áreas, como designers, produtores de conteúdo, copywriters, produtores e editores de vídeo, entre outros, e nesse caso, o não cumprimento dos prazos por um ou mais membros da equipe pode gerar maior consumo de recursos que não estavam previstos, desgastes do restante da equipe, e até mesmo gerar impactos negativos em um projeto maior ou nos resultados esperados.


Sendo assim, o cronograma vai muito além de uma tabela de distribuição de tarefas. Ele precisa ser possível de ser executado, e por isso deve ser definido em concordância com os responsáveis por cada ação que deve ser entregue.


OITAVO PASSO - ANÁLISE DE RISCOS / AÇÕES PARA MINIMIZAR RISCOS


A gestão de riscos é essencial em qualquer projeto para evitar não apenas prejuízos financeiros ou jurídicos, mas também erros de execução que comprometam a imagem e a reputação da marca, da empresa ou do produto. Muitas ações em redes sociais falham ou apresentam problemas justamente por não considerarem os riscos antecipadamente e por consequência, por não estarem preparados para enfrentá-los.


Em nossa metodologia, dividimos a gestão de riscos em duas partes: a análise dos possíveis riscos e levantamento de ações para minimizá-los.


Antes de iniciar as ações, é essencial realizar o mapeamento dos possíveis riscos, fazendo também uma análise de como eles podem impactar a ação realizada. É sempre mais fácil identificar possíveis riscos quando você já tem alguma experiência na área ou quando faz isso em equipe, então sempre que possível, reúna os demais envolvidos na execução para que todos possam juntos levantar todos os prováveis riscos e possíveis soluções para os mesmos.


NONO PASSO - ORÇAMENTO E RECURSOS NECESSÁRIOS (BUDGET)

O orçamento é a parte do projeto onde devemos calcular a previsão de custos e despesas de cada uma das ações previstas. Projetos de marketing digital em redes sociais costumam ter orçamentos bem limitados além de prazos apertados, por isso, saber gerenciar custos é essencial para ter bons resultados.


O primeiro passo para isso é elaborar um orçamento detalhado de cada ação, custo de profissionais envolvidos, ferramentas, orçamento para campanhas patrocinadas ou impulsionamentos, ou demais recursos necessários, mantendo o controle durante toda sua execução.


DÉCIMO PASSO - INDICADORES DE EFETIVIDADE


Indicadores, também conhecidos como KPIs, são usados para identificar se os objetivos de uma ação ou projeto foram atingidos ou não. Eles ajudam na tomada de decisões, na identificação de oportunidades, na identificação de problemas ou erros de execução, na melhoria das ações e no aprendizado para o desenvolvimento de novas ações semelhantes.


No caso de ações em redes sociais, dependendo do objetivo final da mesma, podemos usar indicadores de vendas, indicadores de conversões, ticket médio, custo de aquisição de cliente (CAC), tráfego, engajamento, novos seguidores, desvio de orçamento, desvio de prazo, entre outros. O ideal é sempre focar em poucos indicadores, de preferência apenas aquele que for essencial e diretamente relacionado com o objetivo da ação realizada.


COMO FAZER UMA PLANEJAMENTO DE MARKETING DIGITAL?


Para aprender a fazer seu planejamento de projetos, ações e campanhas de marketing Digital, clique aqui e conheço o livro "The Digital Marketing Book".





330 visualizações

Assine nosso canal no Youtube!

Banner Manual de Consultoria.png
banner the digital marketing book.png